19/04/18 - 15:10

Chefe de Comunicação do Comando Militar do Leste pede para que população não compre produtos de origem criminosa

De acordo com o diretor do Sindicarga, já são 2.636 roubos de carga em três meses

O coronel Carlos Cinelli, Chefe de Comunicação do Comando Militar do Leste (CML), afirmou nesta quinta-feira (19) que é preciso que a população do estado não compre produtos roubados. Ele deu o exemplo dos Iphones levados do Aeroporto Internacional do Galeão, que já estão sendo vendidos pela internet.

O militar se pronunciou durante a solenidade de comemoração do dia do exército, onde diversas pessoas foram homenageadas. O evento foi  realizado no salão nobre do CML. Cinelli falou sobre a rede de tráfico dos produtos roubados que se criou no Rio de Janeiro, confira:

No último domingo (15) homens armados invadiram o setor de carga do Aeroporto do Galeão e roubaram mil aparelhos Galaxy S9. O modelo foi recém lançado no Brasil e a carga roubada é avaliada em mais de um milhão de dólares. De acordo com os rastreadores dos celulares, o material foi levado para a Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio. Segundo o coronel Venâncio Moura, diretor do Sindicato de Empresas de Transporte Rodoviário e Logística do Rio de Janeiro (Sindicarga), já são 2.636 roubos de carga em três meses.

0 comentários