05/07/16 - 17:09

Construtoras são punidas por irregularidades em obras do Maracanã

Os Conselheiros do TCE (Tribunal de Contas do Estado) decidiram de forma unânime pela indicação da retenção de R$198.534.948,80 das construtoras Odebrecht e Andrade Gutierrez, somando contratos vigentes com o Estado do Rio. O TCE cobra que a Secretaria de Estado de Fazenda efetue o bloqueio imediato dos valores por 15 dias
As duas empresas são acusadas, através do voto do relator José Gomes Graciosa, de cometerem crime contra o tesouro público ao terem utilizado produtos mais caros que os valores oferecidos no mercado, ter cobrado itens duplicados, além de apresentar erros nos projetos iniciais e nos cálculos firmados.
A obra no Estádio do Maracanã foi orçada inicialmente em R$705 milhões, mas estima-se que o custo final chegou a R$1,2 bilhão. A reforma também está sendo investigada na Operação Lava Jato. Executivos da A. Gutierrez afirmaram ter pago 5% do valor do contrato em propina ao ex-governador Sérgio Cabral.

Supervisão – Rafael Cassimiro

0 comentários