20/06/16 - 12:59

Correios fazem ajuste de 10,64% nos serviços das tarifas postais

Foi Publicado hoje (20) pelo Diário Oficial da União portaria do Ministério da Fazenda que autoriza o reajuste nas tarifas de serviços postais e telégrafos dos Correios. O foco desse reajuste é atualizar as tarifas em relação ao acúmulo da inflação do ano passado. A medida ainda depende de uma portaria do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e comunicações para entrar em vigor.

Segundo a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ETC), a média desse reajuste vai ficar em 10,7% para serviços nacionais e internacionais. O primeiro porte da carta não comercial, por exemplo, terá seu valor reajustado de R$ 1,05 para R$ 1,15. Em relação ao Telegrama nacional feito pela internet, a nova tarifa será de R$ 7,07 por página. Antes, a tarifa vigente era de R$ 6,39. A tarifa destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família, a Carta Social, não teve seu valor alterado, permanecendo em R$ 0,01.
 
Segundo os Correios, esses serviços são reajustados anualmente com base na recomposição dos custos repassados à estatal, como por exemplo: Aumento dos preços dos combustíveis, contratos de aluguel, transportes, vigilância, limpeza e salários dos empregados. Quanto ao segmento de encomenda e marketing direto as regras não se aplicam.

Por Agencia Brasil

0 comentários