08/06/17 - 13:06

Criança morre após médica negar atendimento

Na última quarta-feira (7) uma criança de um ano e seis meses morreu, na Barra da Tijuca,  uma hora e meia depois de uma médica ter se recusado levá-la para um hospital na ambulância solicitada pela família.
Segundo testemunhas, a médica estava alterada e rasgou a solicitação de atendimento. Ela se negou a prestar socorro, justificando que seu turno já tinha acabado. 
Às 11h, quando a segunda ambulância chegou, Breno Rodrigues Duarte da Silva já estava morto. Ele nasceu com problemas neurológicos e recebia atendimento em casa no sistema Home Care, desde julho de 2016, quando deixou o hospital. 
A Unimed era responsável pela solicitação da ambulância. O caso foi registrado na 16ªDP (Barra da Tijuca) e os pais da criança pretendem entrar na justiça devido a negligência no atendimento. 
A Unimed Rio disse por meio de nota que lamenta profundamente a morte da criança e que está prestando apoio à família. A empresa disse também, que está tomando as providências para descredenciar imediatamente o prestador “Cuidar” pela “postura inadmissível no atendimento prestado à criança”. 
0 comentários