03/02/16 - 10:12

Defesa civil faz vistoria no local onde casa desabou em Nova Iguaçu

O corpo de Angélica Perdomos que morreu após a casa onde ela morava desabar na rua Santa Terezinha em Nova Iguaçu segue no IML. De acordo com familiares Angélica realizava um trabalho no computador quando o imóvel desabou. Técnicos da defesa civil realizam uma inspeção no local neste momento. De acordo com as primeiras informações  a estrutura foi abalada por causa de uma laje construída indevidamente. A ocorrência foi registrada na delegacia de Comendador Soares.

0 comentários