07/07/16 - 14:42

Eduardo Cunha renuncia à presidência da Câmara

Afastado desde o último dia 5 de maio por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) renunciou à presidência da Câmara no início da tarde desta quinta (7). O próprio Cunha fez o anuncio no Salão Verde da Câmara.
O deputado afirmou que está "pagando um alto preço por ter dado início ao impeachment (da presidente Dilma)" e disse não ter dúvidas de que seu afastamento se deu pelo mesmo motivo. Cunha comunicou a renúncia através de carta dirigida ao presidente interino da Câmara, o deputado Waldir Maranhão (PP-MA). Após a divulgação da carta no Diário Oficial da Câmara, novas eleições deverão ser convocadas no prazo de cinco sessões do plenário.
Eduardo Cunha mantinha um discurso avesso à renúncia, apesar de diversos de seus aliados já terem se mostrado favoráveis à sua saída, considerando o desgaste à imagem da Câmara. O peemedebista é um dos investigados na Operação Lava Jato e réu em duas ações relacionadas ao esquema de corrupção na Petrobrás. 

Supervisão – Rafael Cassimiro

0 comentários