23/11/18 - 15:36

Empresa de ônibus é oficiada após caso de intolerância religiosa

Casos de intolerância religiosa e outros tipos de violações dos Direitos Humanos podem ser denunciados através do Disque Combate ao Preconceito

O Consórcio Transcarioca foi oficiado pela secretaria estadual de Direitos Humanos após um motorista de ônibus ter impedido o acesso de um estudante, que usava um turbante. O caso aconteceu em um veículo da linha 555, nesta quinta-feira (22). O coletivo circulava em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio.

Linha 555 em que o caso aconteceu. Foto: Reprodução

Em um vídeo postado nas redes sociais da vítima, o estudante conta que usava uniforme da rede pública, uma calça branca e um turbante de candomblé. Devido a roupa, o motorista desligou o ônibus e disse  que não prosseguiria a viagem caso ele embarcasse no coletivo.

 A secretaria já agendou atendimento da vítima para próxima quinta-feira (29). O órgão, agora, aguarda o pronunciamento da empresa. Casos de intolerância religiosa e outros tipos de violações dos Direitos Humanos podem ser denunciados através do Disque Combate ao Preconceito.

Serviço:

Número Disque Combate ao Preconceito: 2334-9551

0 comentários