30/11/18 - 14:08

Empresário acusa operador de Cabral de pagar obra na casa de Pezão em dinheiro vivo

Obra foi realizada na residência do governador do Rio, Luiz Fernando Pezão, em 2009

O empresário César Augusto Craveiro de Amorim, diretor da empresa High End, confirmou à Polícia Federal que recebeu R$300 mil em dinheiro vivo para realizar uma obra na casa de Luiz Fernando Pezão. O dinheiro foi repassado por Carlos Miranda, operador do ex-governador Sérgio Cabral. Na ocasião, foi realizada uma instalação de um sistema de som na casa do governador.

Cabral está preso desde 2016. Foto: Reprodução Web

César Amorim, que também foi preso na operação, prestou depoimento à polícia. As declarações confirmam as suspeitas dos investigadores de que a obra na casa de Pezão foi bancada com dinheiro da organização criminosa liderada por Cabral. Miranda, que fez delação premiada, era o arrecadador de propina do esquema.

De acordo com o empresário, ele instalou um sistema de ‘home theater’ e som ambiente na área de lazer da casa de Pezão. A residência fica no município do interior do Rio. As modificações foram realizadas em 2009. A obra foi um pedido de Sérgio Cabral e com o consentimento do atual governador. Na época, Cabral era governador do Estado e Pezão, o vice.

0 comentários