16/08/18 - 12:57

Ex-marido de mulher assassinada na Barra tem prisão decretada

Acusados, em liberdade, poderiam atrapalhar as investigações

O Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RJ) decretou a prisão temporária dos acusados de estarem envolvidos na morte da corretora Karina Garofalo, na tarde de ontem (15), na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. A medida foi estabelecida na madrugada desta quinta-feira (16).

Karina foi assassinada na frente do filho adolescente pelo cunhado. Foto: Reprodução

Os suspeitos são respectivamente o ex-marido da vítima e o primo dele, Paulo Maurício. Karina foi morta a tiros enquanto atravessava a rua, acompanhada do filho adolescente, na Avenida Malibu, quando voltavam de um almoço em um shopping próximo. As imagens das câmeras de segurança do prédio mostram o atirador saindo do carro, atravessando a rua e atirando contra a corretora.

Karina foi atingida três vezes na cabeça. O filho da vítima estava a alguns metros de distância, porém não viu a mãe ser baleada.

Paulo Maurício foi identificado como o autor do crime e o motorista do Renault Logan utilizado no assassinato. De acordo com os laudos, Karina e o marido tinham uma relação conturbada. Segundo a decisão do juiz, em liberdade, os acusados poderiam atrapalhar as investigações.

0 comentários