22/08/18 - 15:58

Ex-presidente da CBF é condenado nos Estados Unidos

Marin é acusado de organização criminosa, fraude bancária e lavagem de dinheiro

A juíza Pamela Chen, da Corte Federal do Brooklyn, no Distrito Leste de Nova York, condenou José Maria Marin a quatro anos de prisão pelos crimes cometidos na época em que foi presidente da CBF, entre 2012 e 2015.

José Maria Marin foi condenado há 4 anos de prisão. Foto: Reprodução

Em dezembro de 2017, José Maria Marin foi considerado, na mesma corte, culpado de seis dos sete crimes pelos quais foi acusado pela Promotoria de Justiça americana. Marin é acusado de organização criminosa, fraude bancária e lavagem de dinheiro.

O ex-presidente não esteve sozinho. No julgamento, o júri popular formado na corte, em Nova York, também condenou o ex-presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e da Associação Paraguaia de Futebol Juan Angel Napout por organização criminosa e fraude bancária.

 

 

0 comentários