07/06/17 - 14:02

Ex-secretário é citado em delação de operador financeiro

O ex-chefe da Casa Civil, o advogado Régis Fichtner, foi citado no depoimento do operador financeiro Luiz Carlos Bezerra, aos procuradores da Lava-Jato.
Luiz Bezerra disse que o ex-secretário é receptor do dinheiro do esquema criminoso que Sergio Cabral chefiava, segundo o Ministério Público Federal (MPF).
Os valores de cada remessa seriam de R$ 100 mil, entregues dentro do Palácio Guanabara e também no escritório de advocacia de Fitchner, segundo o depoimento. 
De acordo com Bezerra, o apelido usado para identificar o advogado era Alemão, Regis ou Gaúcho. Ele acrescentou que já entregou recursos em espécie por quatro ou cinco vezes, entre meados de 2013 até abril de 2014. 
A defesa de Fichtner disse em nota que a acusação é “leviana e mentirosa”. Segundo o texto enviado pela assessoria de imprensa, "Regis Fichtner nunca recebeu qualquer vantagem financeira indevida de quem quer que seja. Pelo contrário, pode comprovar que perdeu patrimônio no período em que se retirou do escritório de advocacia para atuar exclusivamente no setor público". 
0 comentários