15/08/18 - 10:46

Rio de Janeiro

Execução é a principal linha de investigação da Polícia para o assassinato de professor na Zona Oeste

Dois homens em uma moto dispararam duas vezes contra a vítima

Primeiro disparo destruiu o vidro esquerdo do banco traseiro e acertou o professor. (Foto: Reprodução/TV Globo)

A Divisão de Homicídios da Capital (DH) instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte do professor Paulo Serra Souza, de 60 anos, na Avenida Abelardo Bueno, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Ele foi assassinado na noite desta terça-feira (14) por dois criminosos que emparelharam o veículo em que ele estava com a família e dispararam contra a vítima.

De acordo com a esposa de Paulo, os bandidos fizeram dois disparos. O primeiro destruiu o vidro esquerdo do banco traseiro e acertou o professor. Em seguida, os criminosos pararam mais à frente do carro; o homem que estava na garupa voltou, e efetuou o segundo tiro contra a vítima. A principal linha de investigação da Polícia Civil é de execução. Mas, também não descartam a possibilidade de tentativa de assalto.

Segundo a Polícia Militar, Paulo seguia com a mulher, a filha e a neta para a unidade Barra do Hospital Perinatal. Elas não ficaram feridas. A família ia visitar um sobrinho que tinha acabado de ter um filho.

O corpo da vítima está no Instituto Médico-Legal (IML).

0 comentários