01/06/17 - 14:14

Fábrica clandestina é descoberta na Baixada Fluminense

Policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) identificaram uma fábrica clandestina de cosméticos em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. 
Os agentes apreenderam vários produtos químicos utilizados na fabricação de shampoo e condicionador sem registro na ANVISA. Também foram apreendidos maquinários usados na fabricação dos cosméticos. Segunda a polícia, os produtos eram vendidos pelas redes sociais. 
As investigações duraram três semanas. O delegado titular da Decon, Ricardo Barbosa, disse que ninguém foi preso na ação, pois o proprietário não estava no local. No lugar dele estava um menor de idade vigiando a fábrica. 
“No local o proprietário não foi localizado, a pessoa responsável por essa produção tinha saído minutos antes da chegada dos policiais, e só havia um menor de 12 anos no local. Nós esperamos um parente dele chegar para acompanhar a diligencia policial.”
Ainda segundo o delegado, os agentes conseguiram identificar o local porque já vinham fazendo investigações sobre a produção ilegal de cosméticos. 
“Em razão dessas investigações, nós obtivemos dados que apontavam que uma residência localizada em Comendador Soares estava destinada a fabricação de produtos cosméticos de forma ilegal. Eles eram vendidos para estabelecimentos comerciais e também para pessoas físicas.”
O proprietário da fábrica foi identificado e segue foragido. Segundo a polícia ele já teve passagens por roubo na região da Baixada. A polícia tenta identificar outros envolvidos na produção dos cosméticos clandestinos. 
0 comentários