29/05/16 - 07:20

Jurista lamenta uso do impeachment para “homenagear torturadores”

O jurista Miguel Reale Jr, um dos autores do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff, lamentou que o afastamento da petista tenha sido usado para “homenagear torturadores”. Ao discursar na Comissão Especial do Senado, Reale Júnior pediu desculpas às vítimas do coronel Brilhante Ustra. Durante a sessão na Câmara, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) dedicou o voto ao militar que torturou a petista durante a ditadura. O jurista afirmou que o pedido de impeachment “não pode se prestar a isso” já que o afastamento de Dilma “visa a liberdade."

0 comentários