30/07/16 - 10:08

Justiça aceita denúncia contra ex-executivos acusados de corrupção em obras de Angra 3

A Justiça Federal do Rio aceitou denúncia do Ministério Público Federal contra 15 pessoas investigadas na Operação Pipryat. Eles são acusados de envolvimento em uma organização criminosa que comandava fraudes em licitações, corrupção e lavagem de dinheiro em contratos das obras da Usina Nuclear de Angra 3. Foi a primeira denúncia da força-tarefa Lava Jato no Rio de Janeiro. Com a aceitação, os réus que na maioria são ex-executivos da Eletronuclear e das construtoras Andrade Gutierrez e Engevix, vão responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e embaraço à investigação de organização criminosa.

0 comentários