24/08/18 - 16:06

Justiça do Rio nega mais um recurso da “Viúva da Mega-Sena”

Com a decisão, Adriana continua sem direito à herança

Foto: Reprodução/Internet

A Justiça do Rio negou o recurso da viúva e da filha, Adriana Almeida e Renata Senna, respectivamente, e do testamenteiro Marcos Pizarro, do milionário da Mega-Sena, René Senna, contra a decisão que anulou o último testamento feito por René antes de ele ser morto, em 2007.

Na decisão, uma sentença de fevereiro, que já anulava o testamento, a pedido dos irmãos que estavam de fora, foi mantida, e com isso, Adriana, a “Viúva da Mega-Sena”, condenada pela morte de René, continua sem direito à herança.

Relembre o caso

René Senna foi assassinado em 7 de setembro de 2007, dois anos após ter ganhado o prêmio de R$52 milhões da Mega-Sena. A vítima estava em um bar em Rio Bonito, quando foi morto a tiros por dois homens de moto.

De acordo com as investigações, os executores foram dois ex-seguranças da vítima, contratados por Adriana, após ele dizer que a deixaria de fora do testamento, porque sabia que estava sendo traído.

Os seguranças foram condenados a 18 anos de prisão, em 2009. A viúva, que ficou foragida por quase dois anos, foi presa no dia 20 de junho deste ano, e condenada pela Justiça à pena de 20 anos de prisão.

0 comentários