20/07/16 - 11:53

Justiça faz mutirão para soltar mil presos até o fim do mês

Devido a super lotação nas duas maiores penitenciárias do estado, a Vara de Execuções Penais (VEP) está realizando um mutirão para soltar cerca de mil presos até o fim do mês. O objetivo, segundo o juiz Eduardo Oberg, titular da VEP, é reduzir a quantidade de internos nos presídios. De acordo com Oberg, o pedido foi da Defensoria Pública do Rio e teve o aval do Ministério Público.
 
O juiz afirmou que estão trabalhando para libertar entre 70 e 90 presos por dia, incluindo fins de semana até o fim do mês das prisões: a Vicente Piragibe e a Plácido de Sá Carvalho, ambas dentro do Complexo de Gericinó. E disse também que o mutirão está acontecendo devido a perda de 60 servidores que trabalhavam duas horas além do seu horário para agilizar os processos. O mutirão também ocorrerá na Casa do Albergado. 
Após manifestação do Ministério Público, ficarão em liberdade os detentos que não possuem periculosidade, os que já podem progredir de regime, isto é, os presos que estão no regime semiaberto, e poderão ir para o aberto, para a prisão domiciliar, para o livramento condicional ou aqueles que podem receber indulto e, no caso do término da pena, explicou Oberg.
Supervisão Rafael Cassimiro
0 comentários