13/11/18 - 11:48

Laudo aponta que desastre em Niterói era difícil de ser previsto

Prefeitura de Niterói aprovou o pagamento de um benefício assistencial às famílias afetadas pelo desastre

Um laudo técnico da Secretaria de Estado da Casa Civil, sobre o deslizamento no Morro Boa Esperança, em Niterói, apontou que era difícil prever o desastre. No local, foi constatada uma combinação de fraturas na rocha com infiltrações no solo. O local sofreu com a pressão da água de chuvas anteriores. Os peritos analisaram as características do local e a magnitude do acidente.

Moradores ajudam no resgate. Foto Reprodução/Redes Sociais

 Aproximadamente 20 mil toneladas de material se desprenderam, carregando tudo o que havia nas proximidades. O departamento orientou a Defesa Civil de Niterói que mantivesse a interdição das moradias do entorno até nova avaliação. O órgão municipal também deverá ficar responsável pelo monitoramento da evolução e o aparecimento de trincas no local.

Em nota oficial, a prefeitura de Niterói informou que a câmara do município aprovou a Lei que garante o pagamento de um benefício assistencial, no valor de R$ 1.002,00 mensais às 22 famílias que foram afetadas pelo incidente. O pagamento será feito pela prefeitura mensalmente por um ano.

 

0 comentários