12/07/16 - 09:59

Mais de 900 detentos foram libertados sem tornozeleiras eletrônicas no Rio

Levantamento da Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, mostra que, desde dezembro do ano passado, 902 detentos acusados de diversos crimes, e que deveriam estar sob monitoramento, ganharam liberdade sem as tornozeleiras eletrônicas. Os equipamentos deixaram de ser entregues ao estado por falta de pagamento à empresa fornecedora. Todos estão em regime de prisão domiciliar, por ordem da Justiça.  A Seap não informou, no entanto, se algum deles já conseguiu fugir por não estar sendo monitorado. A empresa que fornece as tornozeleiras já adiantou que só voltará a entregar os aparelhos quando a dívida de 2 milhões e 800 mil reais for quitada.

0 comentários