06/07/16 - 08:37

Messi é condenado por fraude a 21 meses de prisão por Justiça Espanhola

A Justiça Espanhola condenou nesta manhã de quarta-feira (6), Lionel Messi, astro do Barcelona, e seu pai, Jorge Horacio Messi, a 21 meses de prisão. O motivo do fato é que o jogador teria feito fraudes fiscais nos anos de 2007, 2008 e 2009 em mais de 4 milhões de euros. A sentença de Messi se difunde a partir das seguintes acusações: 14 meses de prisão e uma multa de pouco mais de 1 milhão euros por fraude em relação ao imposto de renda para o ano de 2007 e 2008 (7 meses e 532 mil euros para cada ano) , e sete meses de prisão e uma multa de 768 mil euros também por fraude em relação ao imposto de renda para o ano de 2009. Os acusados ainda podem recorrer da sentença.

O tribunal descobriu que eles usaram uma rede de empresas para sonegar imposto de renda sobre ganhos de direitos de imagem do jogador. Sob uma lei espanhola, se a sentença não for superior a dois anos e os réus não tiverem antecedentes criminais, o Juiz pode não declarar a prisão, e os acusados podem cumprir em liberdade condicional. O Atleta alegou que o pai deu os papéis para que ele assinasse, e disse que não esperava que seu pai poderia enganá-lo. Em declaração o jogador disse a seguinte frase: "Passei a jogar futebol, eu confiei em meu pai e eu não tinha ideia de nada”. 

Na lista da revista Forbes dos atletas mais bem pagos da década passada, o jogador é o 10º da lista, com um salário estimado em 350 milhões de dólares nesse período. Messi e seu pai já pagaram 5 milhões às autoridades fiscais como uma medida de “punição” após o inícios da investigações.

0 comentários