13/08/18 - 16:59

Ministro do STF diz que resolução contra as fake news poderia sugerir censura prévia

Agentes americanos estiveram na Casa e alertaram para o perigo das divulgações de notícias falsas em período eleitoral

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), destacou o fato de o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não ter editado uma resolução específica para tratar das notícias falsas, as chamadas fake news, nas eleições deste ano. Para Marco Aurélio, que é ministro substituto do TSE, uma resolução do tipo poderia ser interpretada como censura prévia de conteúdo, o que não seria permitido pela Constituição.

Fala foi durante um evento em uma universidade particular de Brasília. Foto: Reprodução

Marco Aurélio ressaltou a importância da imprensa profissional para esclarecer a população sobre informações falsas divulgadas como verdadeiras. O ministro do TSE Tarcísio Vieira também participou o evento e comentou as Fake News. Ele afirmou que integrantes do FBI, dos Estados Unidos, que visitaram a Casa disseram não ter dúvidas de que as eleições norte-americanas foram manipuladas com informações falsas disseminadas em redes sociais.

0 comentários