05/09/18 - 16:41

Ministro Jungmann afirma que Rio é como um paciente com 41°C de febre

Ministro esteve no Centro do Rio durante troca de comando do navio porta-helicópteros

O ministro Raul Jungmann afirmou que a Polícia Federal tem trabalhado para identificar candidatos ligados a facções criminosas no estado do Rio. Ele alegou que é preciso impedir que políticos ligados a grupos criminosos sejam eleitos.

Ministro de Segurança Raul Jungmann. Foto: Reprodução

De acordo com dados que monitoram as eleições no estado do Rio, cerca de 1,7 milhão de pessoas vivem em áreas de risco. Esses locais podem ser caracterizadas como tráfico ou milícia. O ministrou alegou que é inadmissível que o crime tenha representação parlamentar. Jungmann falou sobre a situação do estado, nesta quarta-feira (05), no Centro do Rio, durante a passagem de comando do navio porta helicópteros Atlântico para o comando de Operações Navais.

O ministro falou ainda sobre os resultados da intervenção que segundo ele, melhorou a situação do Rio de Janeiro. Ele alegou que o Rio de Janeiro está doente, mas que tem melhorado aos poucos. “O Rio é mais ou menos o caso de um paciente com 41 graus de febre. Baixou de 41 para 39, 38.” Ele contou que não acredita que os militares continuem no estado.

0 comentários