07/06/17 - 09:57

MP tenta evitar que LIGHT cobre de morador atual contas de antigos inquilinos

O Ministério Público Estadual entrou com ação na justiça contra a LIGHT para evitar que atuais donos de imóveis ou inquilinos tenham que pagar contas em atraso de antigos moradores. O promotor de justiça, Rodrigo Terra, também pediu que a empresa de energia, pague multa de R$ 200 mil por descumprimento das solicitações. 
Segundo o MP, consumidores reclamaram que não estão conseguindo incluir o nome como titular na conta da LIGHT, na qualidade de novo proprietário ou locatário de imóvel, em virtude da existência de dívida anterior.
 
Ainda segundo o Ministério Público, a LIGHT afirmou que resolveu as reclamações dos consumidores, mas, foi verificado que as solicitações não foram solucionadas, e os consumidores continuam enfrentando os mesmos problemas.
0 comentários