31/08/18 - 14:42

MPRJ realiza operação contra grupo responsável por venda de armas

Ministério Público, Polícia Civil e a Desarme participaram da operação

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) esteve nesta sexta-feira (31) no município de Três Rios e em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, para a segunda fase da Operação Web. O objetivo da ação é prender um grupo criminoso responsável pela venda de armas e munições no Estado.

Agentes da Gaeco realizaram as apreensões. Foto: Reprodução

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) e a Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) também participaram da operação.

De acordo com a denúncia, o homem responsável pela aquisição do material foi identificado como Fabrício Silencio de Oliveira. As armas e as munições eram levadas até Três Rios. Lá, o material era levado para os denunciados Neulimar Rodrigues Freire e Lincoln de Almeida Peçanha Neto.

De acordo com a apuração do MPRJ, as pistolas, fuzis e munições eram fornecidos possivelmente por um policial militar. O agente ainda não identificado. As armas chegavam a custar R$15 mil.

A investigação surgiu a partir de evidências obtidas em julho deste ano contra uma quadrilha de traficantes que praticava sequestros relâmpagos. Na época, Fabrício de Oliveira foi preso. No celular do acusado foram encontradas informações a respeito do comércio de armas de fogo. Neuliomar e Lincoln foram identificados pelas conversas no aparelho.

 

0 comentários