06/09/18 - 08:07

Nem da Rocinha é condenado a mais de 60 anos de prisão

Traficante cumpre pena no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia, no Norte do país

Foto: Reprodução/Internet

O Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ) condenou o traficante Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, a 66 anos de prisão, pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver, pelos assassinatos da modelo Luana Rodrigues de Sousa, de 20 anos, e de sua amiga, Andressa de Oliveira, de 25, em 2011, na favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio.

Além de Nem, foram ouvidos os réus Anderson Rosa Mendonça, Rodrigo Belo e Thiago de Souza Cheru. Com exceção de Anderson, que não quis assistir ao julgamento, todos os réus participaram por videoconferência.

Nem da Rocinha cumpre pena no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia, no Norte do país, e os demais estão presos no Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio. As investigações apontam que Luana atuava transportando drogas para a quadrilha de Nem entre comunidades dominadas pela facção criminosa como Comando Vermelho.

De acordo com o Ministério Público, o crime foi motivado pelo fato das jovens terem desaparecido com uma carga de haxixe. Luana e Andressa foram levadas para um local afastado da favela da Rocinha, onde foram mortas a tiros e tiveram seus corpos queimados.

0 comentários