14/08/18 - 15:25

Participação da Polícia Federal nas investigações do caso Marielle é descartada por Richard Nunes

Secretário afirmou que acredita no trabalho da Polícia Civil

O secretário de Segurança do Estado, general Richard Nunes, descartou o apoio extra da Polícia Federal (PF) nas investigações em torno do assassinato da vereadora Marielle Franco. O crime completa cinco meses ainda sem solução nesta terça-feira (14). O secretário argumentou que já existe uma colaboração da PF nas investigações, que continuam sem prazo para serem finalizadas.

Secretário de segurança afirmou que acredita no trabalho da Polícia Civil. Foto: Reprodução

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse que conversou com o presidente Michel Temer antes de oferecer o auxílio extra. As investigações estão a cargo da Polícia Civil do Rio de Janeiro, que está sob controle do gabinete da intervenção federal. Richard Nunes lembrou que o trabalho de perícia sobre armas e munições usadas na morte de Marielle contaram com ajuda da Polícia Federal.

Nunes disse, na palestra sobre os preparativos para as eleições estaduais no Rio, que confia nas investigações feitas pela Polícia Civil do Rio de Janeiro. O secretário de segurança admitiu a complexidade na solução do caso e disse que não há prazo para a elucidação.

 

0 comentários