21/11/16 - 15:22

Perícia preliminar aponta que helicóptero e policiais não tinham marcas de tiros

A perícia preliminar feita no helicóptero da Polícia, que caiu próximo à Cidade de Deus não identificou nenhuma perfuração na fuselagem da aeronave. A informação enfraquece a possibilidade do helicóptero ter sido abatido por traficantes. Para o engenheiro mecânico,  Ricardo Assad, piloto e engenheiro mecânico há trinta anos, acidentes aéreos acontecem por falha humana ou mecânica.
Além de não achar perfurações na fuselagem do helicóptero a perícia inicial também não identificou ferimentos provocados por tiros nos corpos dos policiais que estavam a bordo do helicóptero. Os quatro peemes foram sepultados neste domingo.
0 comentários