05/09/16 - 11:48

PF investiga fraude de 8 bilhões de reais em fundos de pensão

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta segunda-feira (5) a Operação Greenfield, que investiga irregularidades em quatro dos maiores fundos de pensão do país: Funcef, Petros, Previ e Postalis. São estimados que pelo menos R$ 8 bilhões foram desviados.

Ao todo, 560 agentes federais cumprem 106 mandados de busca e apreensão, 34 de condução coercitiva e sete de prisão temporária. Segundo a PF, os alvos da operação são pelo menos 74 pessoas e 38 empresas ou entidades. As ações ocorrem em São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Amazonas e no Distrito Federal.

Segundo a PF, as investigações tiveram início após a revelação de casos que revelaram déficits bilionários nos fundos de pensão. "De dez casos, oito são relacionados a investimentos realizados de forma temerária ou fraudulenta pelos fundos de pensão, por meio dos FIPs (Fundos de Investimentos em Participações)", alega a polícia.

Os investigadores observaram a organização de núcleos criminosos: o empresarial, o dirigente de fundos de pensão, o núcleo de empresas avaliadoras de ativos e o núcleo de gestores e administradores dos fundos de investimentos em participações. Os acusados responderão por gestão temerária ou fraudulenta, além de outros crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, previstos na Lei nº 7.492/86.

Supervisão: Rafael Cassimiro

0 comentários