22/06/16 - 16:32

Preço do Feijão deve baixar após medidas do Governo

Após alta nos preços, o presidente em exercício, Michel Temer, autorizou a importação do feijão para abastecer o mercado brasileiro e reduzir os valores do produto que chegou a R$10 em alguns supermercados, um aumento de quase 34% só este ano, segundo o IBGE. O produto será importado da Argentina, Paraguai e Bolívia, isentos de tarifas, já que fazem parte do Mercosul.
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, informou que o país está negociando a isenção de tarifas na importação de outros países como China e México.  O aumento no valor se deu devido a seca que assolou os principais Estados produtores do feijão e tem afetado principalmente as famílias de baixa renda, que priorizam itens básicos nas compras, dentre eles o feijão.
A maior parte do feijão produzido no Mercosul é do Brasil e, ainda segundo Maggi, a importação do produto de outros países deve ser estimulada aos varejistas para promover essa quebra do monopólio brasileiro. Tomadas essas medidas, a  previsão é de 90 dias para a reversão da crise atual e a baixa considerável dos valores do produto.
0 comentários