11/08/16 - 10:35

Sessão para votar cassação de Cunha é marcada para o dia 12 de setembro

A votação do processo de cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) foi marcada para o dia 12 de setembro, pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).  Porém, a data não agradou os adversários de Cunha, já que cai em uma segunda-feira, dia de menos movimento na Casa. 

Como o voto é aberto, ausências e abstenções contam a favor de Cunha, que seria beneficiado com uma votação vazia. Para ser cassado é necessário o apoio de pelo menos 257 dos 512 deputados. O parecer contra Cunha está pronto para ser posto em votação há cerca de um mês. 

Histórico

O deputado afastado é acusado de ser um dos principais nomes do petrólão e de mentir no seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, sobre ter contas bancárias no exterior.

Os ministros do Supremo Tribunal Federal, em decisão unânime, afastaram Cunha da presidência da Câmara e do mandato de deputado. Um tempo depois, ele renunciou o cargo de presidente. 

Supervisão: Rafael Cassimiro

0 comentários