24/09/16 - 10:26

Superior Tribunal de Justiça determinou que servidores devem continuar recebendo

O Superior Tribunal de Justiça decidiu que o Ministério de Relações Exteriores não pode cortar o ponto dos servidores que estão em greve. Relatora do processo, a ministra Assusete Magalhães determinou que os trabalhadores devem continuar recebendo os salários até, pelo menos, o fim de outubro. A greve já dura um mês e atinge os servidores do Itamaraty no Brasil e em 112 postos mantidos no exterior.

0 comentários