23/08/18 - 14:51

Supremo adianta em uma semana julgamento de denúncia contra Bolsonaro

Advogados acusaram a PGR de agir com “certo oportunismo diante da campanha eleitoral

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), adiantou em uma semana o julgamento de uma denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o deputado Jair Bolsonaro. O candidato do PSL está concorrendo à Presidência da República.

Deputado Federal Jair Bolsonaro. Foto: Reprodução Web.

A análise do caso na Primeira Turma do STF foi adiantada de 4 de setembro para 28 de agosto, quatro dias antes do início do horário eleitoral de rádio e televisão. O adiantamento foi feito a pedido da defesa do parlamentar, que abriu mão de um prazo de cinco dias de aviso prévio antes do julgamento, de modo a acelerar a análise da denúncia.

Na ação, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, acusou Bolsonaro de praticar racismo. Além disso, ele também é acusado de fazer manifestações discriminatórias contra quilombolas, indígenas e refugiados. As ofensas foram proferidas em um discurso feito por ele em abril do ano passado.

Na ocasião ele fazia uma palestra no Clube Hebraica, no Rio de Janeiro. A defesa de Bolsonaro alega que as declarações foram mera expressão de opinião política, proferida no contexto da atuação como parlamentar e em diálogo com o eleitorado. Os advogados acusaram a PGR de agir com “certo oportunismo diante da campanha eleitoral”.

0 comentários