03/05/18 - 09:02

Legado Paralímpico e Olímpicos será tema de audiência na Alerj

Entre os temas que serão discutidos estão a acessibilidade no transporte público

Foto: Reprodução Web

Os impactos sociais e os ganhos na qualidade de vida da população depois da realização das Paralimpíadas e Olimpíadas Rio 2016 serão discutidos pelas comissões da Pessoa com Deficiência e de Esporte e Lazer da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

Os grupos são presididos, respectivamente, pelos deputados Marcio Pacheco e Chiquinho da Mangueira, ambos do PSC. A audiência pública acontecerá nesta quinta-feira (03), às 10h, na sala 316 do Palácio Tiradentes.

Entre os temas que serão discutidos estão a acessibilidade no transporte público, a ampliação de projetos de esporte inclusivo, o desenvolvimento de atletas paralímpicos e a utilização das arenas esportivas construídas para a competição.

Márcio Pacheco também destacou que as atividades esportivas são fundamentais para melhorar a qualidade de vida de jovens em situação de vulnerabilidade social, sobretudo em um contexto de intervenção federal e recordes nos índices de violência no estado.

“Caminhamos para dois anos da realização dos jogos e não enxergamos com clareza o que a Rio 2016 deixou como legado para as pessoas com deficiência e para a população vulnerável no estado. Ainda não é possível ver avanços sociais em todas as cidades da Região Metropolitana. Na área de transporte e infraestrutura, houve a ampliação do metrô e a implantação do VLT, não entanto, essas obras não foram acompanhadas de melhorias para o transporte acessível”, afirmou Márcio Pacheco.

Estarão presentes na audiência representantes da Autoridade de Governança do Legado Olímpico (Aglo) e da Subsecretaria de Legado Olímpico da Prefeitura do Rio, que compartilham a responsabilidade pelas arenas do Rio 2016.

0 comentários