07/04/18 - 15:25

Lula discursa e pode se apresentar à PF ainda hoje

Petista ainda está na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo

Lula discursou para a multidão que estava em frente ao Sindicato dos Metalúrgicos. Foto: Jornalistas Livres

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva discursou durante 55 minutos na tarde deste sábado (7) em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista. Lula ainda está no Sindicato dos Metalúrgicos, onde almoçou com a sua família. A expectativa é que a qualquer momento ele deixe o local e se apresente à Polícia Federal (PF).

Por volta de 12h, Lula foi à frente do Sindicato dos Metalúrgicos para participar de um ato religioso e falou para uma multidão que o aguardava. Em seu discurso, o petista salientou que  não cometeu nenhum crime e irá provar a sua inocência.

“Eu vou lá na barba deles, para eles saberem que eu não tenho medo. Para eles saberem que eu não vou correr e para eles saberem que eu vou provar a minha inocência. Eles têm que saber disso.”

O ex-presidente afirmou que está agindo de forma consciente e, ainda, fez um pedido ao juiz Sérgio Moro, para que ele apresente alguma prova. Lula disse ainda que dorme com a consciência tranquila.

“Eu não tenho medo deles, eu até já falei que gostaria de fazer um debate com Moro sobre a denúncia que ele fez contra mim. Gostaria que ele me mostrasse alguma prova. Qual crime que cometi neste país? […] porque eu sonhei que era possível governar o Brasil envolvendo milhares de pessoas pobres na economia, dar vagas nas universidades e emprego para os pobres?”

 

CONDENAÇÃO

O ex-presidente Lula foi condenado pelo juiz federal, Sérgio Moro, a 9 anos e seis meses de prisão no caso do  tríplex em Guarujá. No dia 24 de janeiro, desembargadores do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), por unanimidade, manteram a condenação e aumentaram a pena para 12 anos e um mês.

A defesa de Lula fez um pedido de habeas  corpus preventivo ao Supremo Tribunal Federal (STF) que foi julgado na última quarta-feira (4) e negado com seis votos contra e cinco a favor.

Após ter o pedido negado, o juiz Sérgio Moro determinou que Lula se apresentasse à PF nesta sexta-feira (6), até às 17h. Porém, o petista continua na sede do Sindicato dos Metalúrgicos.

 

 

0 comentários