26/06/18 - 08:00

Ministério Público Estadual pede à Justiça o fim da Fetranspor

Ação civil também pede o bloqueio de R$ 60 milhões da empresa

O Ministério Público Estadual entrou com ação civil na Justiça, pedindo o fim da Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio, a Fetranspor, formada por 10 sindicatos de empresas de ônibus que atuam em mais de 80 por cento do transporte público no Estado.

A ação civil também pede o bloqueio de R$ 60 milhões da Fetranspor e a nomeação de um interventor. O MP quer acesso ao sistema de bilhetagem eletrônica e todo sistema de informações que possa ajudar em um cálculo ideal para o preço das passagens de ônibus.

O processo foi baseado na delação do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, Jonas Lopes, e o filho dele, Jonas Lopes de Carvalho Neto. Eles teriam recebido propina mensal de R$ 70 mil, cada um, entre 2015 e 2016. O dinheiro seria pago pela Fetranspor e empresários de ônibus investigados na Lava Jato para que eles ignorassem as irregularidades no sistema de transporte.

0 comentários