30/03/18 - 11:27

Morador da Rocinha é baleado e morre segurando o filho de 10 meses

Davidson trabalhava como ajudante de pedreiro

Um homem morreu durante um tiroteio no fim da tarde desta quinta-feira (29), na Rocinha. Davidson Farias de Sousa de 28 anos estava na varanda de casa, na localidade conhecida como Larguinho da Vila Verde, segurando filho de 10 meses no colo quando foi atingido nas costas. Ele foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento (Upa) local, porém não resistiu ao ferimento. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o jovem teria chegado a unidade já em parada cardiorrespiratória.

Homem segurava o filho de dez meses quando foi atingido. Foto: Reprodução Facebook

Segundo testemunhas, policiais do Batalhão de Choque (BPChq) teriam chegado atirando, mesmo sem haver confrontos na região. Diogo Farias de Sousa, irmão da vítima, conta que conversava com o irmão quando os policiais chegaram. “Não deu tempo nem de levantar para sair e eles atiraram”, conta. Diogo foi até à 11ª DP (Rocinha) acusar os policiais de terem matado seu irmão.

Davidson trabalhava como ajudante de pedreiro. Ele estava ao lado de Diogo quando foi baleado. Após o disparo, o bebê de 10 meses que estava no colo da vítima, caiu e bateu com a cabeça, a criança também foi levada para o Upa. Não há informações sobre seu estado de saúde.

A Polícia Militar informou em nota que agentes do BPChq estariam realizando patrulhamento na região conhecida como Vila Verde quando ouviram os disparos, como não sabiam de onde partiram os tiros, os policiais não revidaram.

0 comentários