01/04/18 - 08:16

PM esfaqueada em BRT não corre risco de morte

Criminosos reconheceram a cabo, que há uma semana impediu outro assalto do mesmo grupo

A cabo da Polícia Militar, Mayara Araújo Pereira, lotada na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Vila Cruzeiro, passou por uma cirurgia, no Hospital Central da Polícia Militar, e não corre risco de morte.

Ela foi esfaqueada, no último sábado (31), durante uma tentativa de assalto em um ônibus do BRT que passava por Madureira. Mayara foi rendida por três assaltantes quando o ônibus seguia próximo a estação do BRT de Vila Queiroz. Ela entrou em  luta corporal contra os criminosos, que a esfaquearam no braço e no pescoço.

Os criminosos reconheceram a cabo, que há uma semana impediu que o mesmo grupo assaltasse outro coletivo. Os criminosos fugiram com a mochila da policial levando a farda, o celular, os documentos e a pistola.

Estação Vila Queiroz, na Zona Norte do Rio. Foto: Google Maps

0 comentários