10/07/18 - 15:29

Prefeitura anuncia aluguel social para 280 famílias em Campo Grande

Moradores do condomínio Jambalaia devem deixar o local para a construção dos imóveis do programa Minha Casa Minha Vida

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella foi até o Condomínio Jambalaia, em Campo Grande, Zona Oeste da cidade para anunciar o pagamento do aluguel social aos moradores. No local, vivem centenas de pessoas em condições precárias. Os moradores ocupam seis prédios que apresentam rachaduras e risco de desabamento. Os valores já começaram a ser pagos às 280 famílias cadastradas pela prefeitura nesta terça-feira (10). Todos os moradores serão transferidos. Os prédios serão preparados para demolição.

Moradores do condomínio Jambalaia devem deixar o local para a construção dos imóveis do programa Minha Casa Minha Vida. Foto: Divulgação Prefeitura

No terreno, serão construídas moradias do programa Minha Casa Minha Vida, para onde irão os moradores cadastrados pela Prefeitura: “Hoje, o aluguel social está sendo entregue às famílias cadastradas. Vamos fazer a demolição desses imóveis para a construção de um condomínio do Minha Casa Minha Vida. É muito importante frisar que o Jambalaia está em vias de desabamento. Várias partes já caíram. As pessoas estão andando dentro de casa com tábuas sobre buracos no chão”. Crivella afirmou que o local é inabitável e que há a necessidade de retirar os moradores do terreno por conta da fragilidade do ambiente.

De acordo com um decreto publicado no Diário Oficial de 26 de junho, a prefeitura obteve a garantia sobre o terreno para realizar a demolição dos seis prédios e a construção do empreendimento do Minha Casa Minha Vida. Após começarem a receber o aluguel social, no valor de R$ 400 mensais, os ocupantes do Jambalaia terão até 30 dias para desocupar os imóveis. Os apartamentos ocupados foram construídos por uma empresa privada. Abandonada há quase 25 anos os imóveis foram ocupados por pessoas em situação de rua. Após começarem a receber o aluguel social, no valor de R$ 400 mensais, os ocupantes do Jambalaia terão até 30 dias para desocupar os imóveis.

0 comentários