09/04/18 - 13:11

Suspeito de chacina em Maricá é preso em operação da Polícia Civil

Durante operação, três pessoas ligadas a milícia foram presas

por: Isabella Mendes

Agentes da Polícia Civil e funcionários do Ministério Público participam da coletiva. Foto: Rádio Tupi

Um suspeito de matar o grupo de cinco jovens em Maricá foi preso durante uma operação da Polícia Civil em conjunto com o Grupo de atuação especial de combate ao crime organizado (Gaeco) e o Ministério Público Estadual, na manhã desta segunda-feira (09).

De acordo com a Polícia, os agentes cumpriram seis mandados em oito lugares diferentes. Três mandados de prisão, entre eles: João Paulo Firmino, o suspeito de ser o autor do crime e outros dois criminosos pegos em flagrante, Jeferson Moraes e Flavio Ferreira, conhecido como Bimbinha.

Os três foram presos em suas casas em Maricá, com eles foram apreendidos drogas e um carro. Ainda de acordo com a Polícia Civil, dois policiais militares foram alvo de busca e apreensão. De acordo com a polícia, pelo menos um deles é lotado no 7ºBPM (São Gonçalo).

Durante a coletiva, o subchefe operacional da Polícia Civil, Gilberto Ribeiro, afirma que a milícia e traficantes estão no mesmo nível de atuação e seguem investigando formações de milícia pelo estado do Rio. “Nós entendemos que a milícia é prioridade”, afirma Gilberto Ribeiro,

Até o momento, só João Paulo foi apontado como autor do crime, não há comprovação de outras pessoas no local no momento da execução. A polícia continua investigando o caso. Ele foi preso temporariamente para não atrapalhar o andamento das investigações. De acordo com a delegada, João Paulo vai ficar preso por 30 dias.

“Nós iniciamos imediatamente as investigações e comprovamos que tratava-se da mesma arma, de uma arma só, usada nos homicídios. As investigações preliminares apontavam que os responsáveis seriam integrantes da milícia”, conta a Delegada Barbara Lomba.

0 comentários